Stopover Parte IV — Inspiração Orlando com os pequenos

E a última parte da odisséia stopover foi em Orlando, para alegria geral da nação. Confira aqui algumas dicas rápidas para programar sua próxima viagem pra lá.


Como já era nossa segunda passagem pelos parques, e não tínhamos muitos dias disponíveis, escolhemos somente aqueles que achamos mais a cara da nossa pequena — Magic Kingdon e Sea World

Mas para uma primeira visita acho que vale o pacote incluindo Epcot, Disney’s Hollywood Studios e Disney’s Animal Kingdom, além de sem dúvida, os dois parques da Universal, que agradam bastante os mais grandinhos — se quiser saber mais sobre estes dá uma olhada aqui.

Desta vez teve muito carrossel e encontro com os personagens. Algo bacana desta visita também foi um desfile especial, onde os personagens desceram dos carros e dançaram com as crianças. Foi demais! a Ficou faltando conhecer um dos parques aquáticos, fica para a próxima, é sempre bom ficar com alguma pendência.

 

 

Para continuar curtindo a atmosfera dos parques, não perca a oportunidade de jantar um dia no Disney World Marketplace / Disney SpringsO lugar é cheio de lojinhas bacanas (tanto para as crianças quanto para os adultos, tem uma Uniqlo ótima lá), além de várias opções de restaurantes bacanas. Nós fomos no Rainforest Café para agradar a pequena 🙂
Sobre hospedagem, ficamos no Westgate Lake, em Orlando (opção mais em conta e boa localização, melhor que o hotel da Disney da viagem anterior), e achamos excelente! Grata surpresa! Quarto excelente, grande e bom atendimento. Só desconsidere quando ligarem para dizer que você ganhou um café especial ou uma encomenda chegou. Eles querem vender quartos e você só perderá tempo. Há vários depoimentos neste sentido no TripAdvisor e também recebemos a tal ligação.
Sacada do quarto, de frente para o lago.

Orlando sem compras não dá, não é mesmo? Desta vez começamos pelo Walmart, meca do consumo. Melhor coisa, ali tem de tudo, por um preço absurdo (roupas, malas, brinquedos, enxoval da Carters com preço ótimo, maquiagem, presentinhos, comida). Se você começar por outro lugar possivelmente se arrependerá de alguma compra quando passar por aqui.

Além disso, fomos ao Vineland Premium Outlet,International Premium Outlet Florida Mall — todos basicamente a mesma coisa, desta vez andamos muito e não compramos praticamente nada — e Burlington para os baratinhos (vá com o coração aberto para garimpar, tem muita coisa barata e de boa qualidade, especialmente bolsas).

Best Buy para eletrônicos (só tem brasileiro aqui), MacroBaby para enxoval e Walgreens para shampoos profissa.

Orlando também não faria sentido sem uma passada no The Cheesecake Factory, que fica no Millenia Mall, uma opção bacana para quem gosta de bater perna no shopping (preços mais caros aqui).


Bônus -Escala em Dallas

Dallas não foi uma escolha na realidade, foi uma necessidade em função do furação e o rearranjo dos voos. Passamos um dia ali, somente aguardando para embarcarmos e aproveitamos o dia para fazer compras no Grapevine Mills, um shopping / outlet bem pertinho do aeroporto.

Como todo bom outlet americano ali tem de tudo: Carters, Motherhood Maternity, Abercrombie, Burlington, Forever 21,e as dezenas de lojas de departamento e marcas famosinhas a bom preço. Aproveitamos para almoçar no Rainforest Cafe e atencipar as compras para não perder tempo depois. É uma boa alternativa para uma escala demorada.