Alimentação na Holanda – o que se come por aqui?

Como é a comida na Holanda? O que este povo come por aqui além de muito pão, leite e stroopwafel? O que a gente não encontra de jeito nenhum? Quanto custa? Essas eram algumas das minhas perguntas antes de me mudar para a Holanda. Quando chegamos foi o caos. Eu ia ao mercado e simplesmente não sabia o que comprar. Tudo parecia bom, mas muito diferente do que eu estava habituada a cozinhar. Cadê o feijão?! Bife de patinho, por favor?”

Não dá pra dizer que eu sou um zero à esquerda na cozinha. Acho que eu tiro um 7,0 e passo raspando de ano. Cozinhar é até bem prazeroso se você está fazendo um risotinho sábado à noite, enquanto dá uns golinhos no vinho e rouba um pouco de queijo da receita.

A sensação é porém bem diferente se é preciso cozinhar “de janeiro a janeiro, até o mundo acabar”.

Nós não tínhamos o hábito de fazer muitas refeições em casa. Almoçávamos cada um no seu trabalho, Nicole na escola, e para jantar um lanche rápido servia. Sábado normalmente passeávamos por aí e domingão é na casa da mãe né?

Os primeiros meses foram basicamente regados à macarrão com carne moída. Oh céus! Foi assim até que a Santa Fabrícia apareceu (? ??), foi no mercado comigo e fez um “de / para” dos ingredientes. Eba! Vamos voltar a engordar! E o melhor de tudo, cozinhando de um jeito mais prático, rápido e econômico. Quinze minutos bastam para uma refeição bacana na mesa. Ganhei três estrelinhas!

Resolvi então mostrar aqui um pouco de como é a comida na Holanda. Se você pensa em um dia viver por estas bandas terá uma boa ideia do custo da alimentação por aqui. Se você sofre para cozinhar, aí estão dicas de menus rápidos, que até eu sei fazer. E se você é um empresário aí no Brasil, aí estão ideias para tornar a nossa vida mais fácil (tenha piedade de nós, por favor! ). Seria fantástico viabilizar essas coisas por um custo possível.

Antes disso, 3 coisas sobre a comida por aqui:

1. Tudo muito prático

O holandês preza pela simplicidade e na alimentação não é diferente. Tudo já está pronto e pré-preparado. E isso não é sinônimo de comida mais cara, pelo contrário, o preço é bastante justo. As saladas estão lavadas e picadas nos pacotinhos, a cebola cortada, as carnes vêm em diversas preparações e temperos prontos. Por 1 euro, por exemplo, dá para levar um pacotinho de sopa, com vários legumes picadinhos. Só acrescentar uma carne, macarrão e água quente. Também é mais barato comprar um molho pronto do que fazer o seu próprio. E eu achando que ia usar tudo que aprendi com a Rita Lobo…

2. Marcas próprias e de qualidade

Comprar a marca própria do supermercado não é sinônimo de levar pra casa produtos de baixa qualidade. Não é preciso esconder nada da visita :). Todas as redes de supermercados, farmácias, e por aí vai, têm seus próprios produtos e eles são ótimos! Além de terem um preço bem camarada. Gostaria muito de ver isso por aí também. Bom lembrar que mercado aqui é semanal, já que as geladeiras são um pouco maiores que um frigobar, ou seja, nada de estocar. Compra inteligente, planejada para uma semana.

3. Sem almoço quente

Na hora do almoço na escola todas as crianças abrem suas lancheiras e de lá saem… rufem os tambores:  sanduíches. Pode parecer um hábito de adulto, tipo os parisienses à beira do Sena comendo baguete, mas aqui todos se alimentam assim. O holandês almoça pão, muitas vezes com leite pra acompanhar! Ok, pode ser estranho. Mas depois de um tempo se acostuma e a vida fica mais prática, pois é preciso cozinhar apenas uma vez por dia, já que o jantar é mais caprichado. Outro ponto positivo é que aqui você encontra milhares de opções de frios e queijos, todos deliciosos!

Vamos aos cardápios então!

Café da Manhã

Hum… que delícia! Abaixo está o que costumamos ter todos os dias para o café. Isso considerando as compras do mercado apenas. A padaria é outra história, cheia de muffins e cookies 🙂

Às vezes usamos o Yogurt Greco 2% de gordura. Com tudo isso junto fica maravilhoso! Veja também que a embalagem de yogurte é de 1 kg.  
Esse chocolate consegue ser melhor que Nutella
Exagerando um pouco. Não dá para consumir tudo isso num único mês. Também tomamos muito chá. Ponto para o galão de leite 🙂

Café da Tarde

Pra mim a melhor refeição do dia! Pra ser perfeito falta só o chineque e a cuca de banana (sou de Joinville ?).

Esse é o pacote picnic. Na realidade existem dezenas de opções de frios e queijos. Aqui são só exemplos, vamos variando por semana.
Nós PRECISAMOS parar de comer essas bolachas de chocolate OMG! O stroopwafel é um biscoitinho tradicional holandes, delicioso!

Para dar aquela “beliscada”

Às vezes só isso já vira um jantar também. Super fast!

Um vício esse Hummus!
Vai ser a janta hoje 🙂

Os vergonhosamente rápidos

Não tenho vergonha não, hahaha!

Ficam fantásticas, com queijinho bom e tomate mega saboroso. Isso sem falar dos azeites maravilhosos e baratos 🙂
Quando mesmo eu iria fazer uma sopa com 5 diferentes tipos de legumes e uma proteína?
Este espinafre é congelado. Só jogar um cubinho na sopa e pronto: mãe do ano!
Essas massas frescas são uma delícia! Exemplo de produto com a marca do mercado.
Sem medo de ser feliz 🙂

Os básicos para Jantar

Para aqueles dias em que a gente precisa se sentir família do comercial de margarina.

A boa e velha carne moída ganhando várias versões. Aqui é comum também a carne moída de porco ou porco e boi misturadas.
Para manter alguma dignidade eu faço o purê de batata.
Franguinho às vezes fica mais caro que a carne vermelha. Note que não rolou ainda uma picanha no menu.
O arroz daqui é o Basmati. Tem um sabor um pouco diferente, mas é super cheiroso. Eu adoro!
Limão é muito caro in natura, mas olha que praticidade, vai no suquinho. Note também a caixa pronta com legumes selecionados por receita.
Aqui tem várias opções para carne de porco, isso que nem entrei na área das salsichas, linguiças e outros parentes delas.
Com tanta água poderia ter mais alternativas de peixes 🙁
Esse é um dos nossos preferidos. Era o de sábado à noite hahaha! Destaque para o preço do vinho aqui.

 

Aqui tem outras delícias e praticidades que vamos contando aos poucos. Por hora é bom saber que alternativas não faltam para quem visita. Só não esperem desse fogão feijoada, rabada, galinhada ou nenhuma outra comida terminada em ada e que leve mais de 30 minutos para ficar pronta. Pode vir. Vai ter sanduíche! ?

Quer saber mais sobre como é a Vida na Holanda? Clica aqui e confere o restante da sessão.